“Asas de Fada”

Olá, Sou a Fátima e sim… sinto “Asas de Fada” na barriga!

Sou professora da Escola Babyoga Portugal há 3 anos… e continuo a sentir “Asas de Fada” na barriga de cada vez que inicio uma aula.

O que são “Asas de Fada”? É algo interno que me faz querer fazer e ser melhor, para poder fazer e ser melhor com quem se cruza comigo. 

Fazer a diferença na vida de famílias é uma realidade mas o objetivo principal é outro. A meta a que me proponho é sempre o ser a simples impulsionadora da descoberta mútua entre mães, pais, cuidadores e os seus bebés. Tudo o resto acontece naturalmente.

Comecei por fazer a formação ainda antes de ser mãe. Mulher assumidamente com o gene da maternidade, queria aprender o máximo e o melhor para poder ajudar e ser ajudada.

Conheci a minha tribo na Escola Babyoga Portugal e, apesar de pouco confiante em mim, arrisquei… porque, na realidade, esse é o primeiro passo: avançar e trilhar caminho. Foram muitos desafios para ultrapassar e muitos objetivos desajustados, mas continuei a caminhar.

A maternidade chegou à minha vida e, já no meu ventre, numa das ecografias, eu vi o meu filho a fazer yoga, a postura da pinça (o que me ri com a obstetra)! Costumamos dizer que eles nascem ‘yoga’, eu arrisco a dizer que eles são ‘yoga’, mesmo antes de nascerem.

Com o nascimento deste ‘yogui’, que me escolheu para sua mãe, pus-me à prova – e todos os dias o faço, porque a mudança e a evolução para melhorar e para dar o meu melhor começa bem dentro de mim.

Foram aulas de yoga personalizadas (e privadas), com o professor que todos os dias me inspira, o meu filho. Pensava eu que o iria ensinar a fazer yoga…

Atualmente sou mãe e cada vez mais mulher. Sinto uma crescente necessidade de partilhar o melhor para quem tem o melhor do mundo na sua vida – os bebés e crianças. São esses seres que dependem de nós numas coisas, mas que tanto nos ensinam noutras, e todos os dias.

A superação, a resiliência, a simplicidade e tantas outras coisas que na azáfama do dia a dia não nos damos conta de tão simples que são. Eu disse simples, não disse fáceis.

No entanto, após ter sido mãe, fico feliz por continuar a sentir “Asas de Fada” dentro de mim!

Fátima Mendes

Professora Babyoga e Playoga da Escola Babyoga Portugal

“Desde cedo descobri que a criança que vive em mim tem que ser alimentada de alegria música dança movimento e tudo o que isso implica. Trabalhar no mundo Babyoga faz-me sentir que estou no caminho e faz-me sentir viva.

Estou aqui para cuidar de ti e de todas as crianças que cruzam o meu caminho, incluindo aquelas que se escondem dentro dos adultos. Mulher, mãe, sou agora ainda mais eu, com muito mais para entregar nesta atividade que preenche verdadeiramente o corpo, a mente, o coração e a alma.

Estou aqui para cuidar de ti. Bem haja.”

Acede ao perfil da professora AQUI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Voltar atrás