Os bebés fazem yoga ou são yoga?

O petiz cá de casa, faz yoga desde a barriga… caso tenhas lido o meu primeiro artigo eu já falei sobre este assunto (podes espreitar aqui)!

No entanto, de há algumas semanas para cá, tem-se aprimorado numa determinada postura e, neste momento, posso assegurar-te que a sua postura favorita é a do “cão” – (Adhomuka).

Uma postura simples que passo a explicar:

  • Inicia-se com os quatro membros apoiados no chão, com a coluna reta e em posição neutra;
  • Depois, dobrando os dedos dos pés, eleva-se a anca até as nossas orelhas ficarem entre os braços, olhando para baixo para as nossas coxas;
  • Os calcanhares devem estar apoiados no chão e podemos até pedalar um pouco os pés para acordar tendões e os músculos da parte posterior da perna; barriga da perna;
  • Podemos manter esta posição por três respirações antes de voltar para baixo para as suas mãos e joelhos.

Esta postura alonga os músculos das pernas, as ancas e os ombros.

Falei com a Sandra Matos, fundadora da Escola Babyoga Portugal, e contei-lhe o que se passava, inclusive mostrei-lhe fotos. Ao que a Sandra respondeu-me: “Lembro-me bem da altura em que uma das minhas filhas estava sempre a fazer essa pose também.”

Interessante… Isto deixou-me curiosa e fui aprofundar melhor o tema, assim como as vantagens e benefícios desta mesma postura.

Aprendi no Curso de Professores de Yoga para Bebés e Crianças que esta é uma postura que conecta a parte inferior com a parte superior do corpo, que é bom para aliviar a asma, e que fortalece os membros superiores. É também uma postura que os bebés costumam fazer antes de começarem a gatinhar e antes de começarem a andar.

A verdade é que o petiz cá de casa começou a andar há relativamente pouco tempo e durante essa aprendizagem ele fez esta postura ainda mais vezes.

Na minha pesquisa mais aprofundada encontrei factos interessantes sobre o assunto:

Descobri que é uma excelente postura para fazermos ao acordar – o que explica o facto do meu filho a fazer muitas vezes de manhã mal acorda e ainda dentro da sua cama.

* Descobri ainda que melhora a digestão – o que explica porque é que depois do almoço o petiz se põe a fazer esta postura.

* Descobri que os bebés são ainda mais sábios e confirmei de que eles não necessitam aprender yoga, eles são yoga de verdade e de forma genuína.

 

Sim, os nossos bebés são sábios ao ponto de saberem quando a devem executar sem que lhes seja pedido!

Esta postura aparentemente simples, e fácil, é na verdade uma postura que possibilita inúmeros benefícios a quem a pratica. E é maravilhoso ver os pequenos yoguis a fazê-la com satisfação e orgulho.

Ahhhh e o cão também faz xixi! Aqui está o professor a exemplificar:

É-me fácil deliciar!!!

Grata a ti que me lês!

Fátima Mendes

 

Professora Babyoga e Playoga da Escola Babyoga Portugal

“Desde cedo descobri que a criança que vive em mim tem que ser alimentada de alegria música dança movimento e tudo o que isso implica. Trabalhar no mundo Babyoga faz-me sentir que estou no caminho e faz-me sentir viva.

Estou aqui para cuidar de ti e de todas as crianças que cruzam o meu caminho, incluindo aquelas que se escondem dentro dos adultos. Mulher, mãe, sou agora ainda mais eu, com muito mais para entregar nesta atividade que preenche verdadeiramente o corpo, a mente, o coração e a alma.

Estou aqui para cuidar de ti. Bem haja.”

Acede ao perfil da professora AQUI!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *


Voltar atrás